Análise Bioenergética

Curso das Cartas do Caminho Sagrado

A Análise Bioenergética, criada e desenvolvida a partir de 1953 por Alexander Lowen, tem suas raízes nos fundamentos teóricos de Wilhelm Reich – discípulo de Freud –, que se destacou por sua obra psicanalítica e suas pesquisas pioneiras nas áreas da biologia, física, política e antropologia. De acordo com Reich e Lowen, a história de cada indivíduo está armazenada na estrutura no corpo. Todas as experiências vividas, o impacto das relações da primeira infância e os traumas físicos e emocionais são armazenados e contidos no corpo na forma de padrões de tensão muscular crônica.

Lowen, fundamentado na teoria reichiana, entende que a doença e a dor estão associadas a uma estagnação energética no corpo e na mente; essa estagnação gera tensões corporais e comportamentos repetitivos.

O corpo é o centro de toda a experiência e o meio a partir do qual se obtêm registros emocionais e mentais ocorridos ao longo da existência, desde a vida intra-uterina até a vida atual. Esses registros levaram o organismo a se organizar através de determinadas formas. É importante para o profissional que lida com o corpo observar e identificar a arquitetura corporal, pulsando segundo sensações e emoções vividas e mapeadas pelo cérebro.

A Análise Bioenergética busca compreender a psicodinâmica do cliente e torná-la consciente. A partir de uma leitura corporal específica, observa bloqueios musculares/energéticos, associa-os a emoções e traumas vividos e utiliza exercícios corporais para ampliar a consciência corporal, relacional e emocional.

Com a Análise Bioenergética os atendidos alcançam mudanças de hábitos e comportamentos, apropriam-se de si mesmos e passam a viver com mais saúde, mais vitalidade, mais segurança, mais alegria e mais prazer.