Grupo de Estudos de PNL

Oficina de Filtro dos Sonhos

A Programação Neurolinguística (ou PNL) tem por objetivo fazer com que o cérebro funcione melhor, aproveitando ao máximo suas potencialidades. A PNL foi desenvolvida para que as pessoas pudessem entender como a comunicação verbal e não verbal influenciam o cérebro humano. Com isso têm por base possibilitar melhor comunicação pessoal e interpessoal e também facilitar o controle sobre comportamentos, atitudes e pensamentos considerados neurologicamente automáticos.

O nome Programação Neurolinguística resume os três pontos que são estudados e trabalhados nesta abordagem: neuro remete à mente, onde processamos nossas experiências por meio dos cinco sentidos (visão, audição, olfato, tato e paladar) e reconhece a ideia fundamental de que todos os nossos comportamentos nascem de processos neurológicos; linguística refere-se às formas de comunicação, verbal e não verbal, ou seja à linguagem como um todo;

programação refere-se à maneira como organizamos nossas ideias e ações à fim de produzir resultados.

É uma comparação entre a mente humana e um computador: o cérebro seria o hardware - a parte que podemos ver do computador, os componentes, a sua estrutura física. Os pensamentos e o comportamento seriam o software - um conjunto de programas, instruções e regras que permitem realizar atividades específicas.

Logo, Programação Neurolinguística é a forma como organizamos nossas ideias e ações, com o objetivo de produzir resultados esperados, considerando a maneira que processamos nossa experiência do mundo e como nos comunicamos. Com a PNL, é possível "reprogramar" o cérebro, ensinando a ele novos caminhos e rever programações geradas no passado.

Programação Neurolinguística, portanto, fala sobre tornar as pessoas conscientes da estrutura de seus pensamentos, crenças e formas de interpretar o mundo, e assim desenvolver escolhas para responder criativa e efetivamente às oportunidades e aos desafios da vida. É capacitar as pessoas para assumirem o controle de suas vidas e principalmente de sua evolução cognitiva, tomando consciência de que as imagens mentais, diálogos e sensações internas pertencem apenas a si mesmas. Sendo assim, é possível trabalhar tais aspectos para atingir objetivos.

A Programação Neurolinguística age diretamente nas estruturas conscientes e inconscientes das pessoas, obtendo informações de como cada cérebro em particular funciona, e como reagimos a certas situações. Esta abordagem tem como foco o desenvolvimento individual ou de grupos, e é eficaz no desenvolvimento de autoconhecimento.

 

Neste grupo de estudos:

Esta é uma grande oportunidade para conhecer e praticar as maravilhosas ferramentas da Programação Neurolinguística. Na hora e meia de estudo mensal, um grupo formado por no máximo 5 alunos trabalha cada uma das suas 7 técnicas, assimilando e aplicando seus conceitos no dia a dia. Ao final de 7 encontros - ou 7 meses depois -, os alunos terão compreendido não só as virtudes da Programação Neurolinguística, mas também deverão ter desenvolvido muito mais de si mesmos, suas questões emocionais e psicológicas.

As técnicas serão explicadas pela Master Practitioner em Programação Neurolinguística, Lílian Santos, idealizadora e condutora do grupo de estudos, cujo propósito é demonstrar a força da PNL e, além de tudo, provar que a solução para os nossos problemas está mais ao alcande das nossas próprias mãos do que a gente imagina.

 

Temas abordados:

O que é a PNL (modelagem);

Sistemas representacionais e rapport (visual, auditivo, cinestésico)

Pressupostos

Associação e dissociação (âncoras, submodalidades e cura rápida de fobias)

Mudança de história pessoal

Alcançando seus objetivos (BFO)

Estratégia Disney

Feedback