Tenda do Suor

Tenda do Suor

Em lakota chama-se Inipi, que quer dizer : "Deveis purificar-vos". Pode também dizer-se Iniunkajaktelo, "Vamos orar na tenda do suor". É conhecida também como Temascal, originada do povo Maia e Tolteca.

Entrar numa Tenda do Suor é nascer de novo. Nela se ora espiritual e mentalmente, com o fim de unir o espiritual ao mental. A Tenda do Suor se faz sempre no começo de cada cerimônia. O propósito desta cerimônia é a purificação do corpo, da mente, das emoções e do espirito. É o local onde oferecemos a água de nosso corpo para a Mãe Terra.

A tenda é construída diretamente sob a terra, tendo um buraco no centro. Sua armação é recoberta por lonas. Na cerimônia as pessoas reunem-se na fogueira ritual, onde são esquentadas pedras diretamente no fogo pelo período de aproximadamente três horas. São feitas evocações e saudações ao fogo. Em seguida as pessoas vão entrando em fila, que já tem uma pedra para dar o pré-aquecimento. É importante lembrar que as pedras guardam registros da Terra. Ao entrar na tenda cada pessoa passa pelo condutor, que faz evocações e purificações com uma pena, preparando o participante. Ao entrar, ajoelhado, o participante evoca um mantra e ocupa um lugar dentro da tenda, dirigindo-se no sentido horário.

Quando todos estão dentro da tenda, o Guardião do Fogo traz as pedras quentes conforme a intenção do trabalho. Depois a porta é fechada e começam as invocações, jogando água e ervas nas pedras. São invocados os poderes das quatro direções, animais de poder, canções, preces. O vapor começa a subir tomando conta da tenda, elevando a temperatura de forma intensa. Neste momento, através da própria elevação da temperatura do ambiente, as pessoas começam a suar purificando seu corpo, e entram em estado alterado de consciência, podendo receber visões esclarecedoras.

Nesta cerimônia podemos sentir que a Terra tem vida. Aprendemos a abrir o nosso espírito, a ser pacientes. É uma cerimônia de cuidados e purificação. Abre nossos poros para liberar toxinas. Ela simboliza o retorno ao útero da Mãe-Terra. Uma Tenda do suor sem a cerimônia é apenas quente. Com a cerimônia estamos unidos à Terra e nos convertemos em parte integrante a ela. Na Inipi nos concentramos na purificação do físico, da mente, das emoções, do espírito.

Do ponto de vista físico, há um componente bioquímico - das altas temperaturas corporais febris, que refletem a reação natural às toxinas, relacionado com o sistema imunológico em ação. As elevadas temperaturas da Tenda podem imitar essa atividade ou induzí-la . Além disso o suadouro pode atuar como procedimento esterilizador, eliminando bactérias e vírus e outros organismos que proliferam à temperatura do corpo, mas sensíveis ao calor.

O crescimento de tumores também pode ser inibido quando a temperatura normal do corpo é significativamente elevada.

Emocionalmente, um homem deve, de novo, aprender a chorar. Um homem forte chora, um homem débil guarda suas lágrimas e as rechaça. E, isto pode destruí-lo emocionalmente .

Existem diferentes formas de construção da tenda, que foram adaptadas pelos diferentes povos. Para os Lakotas a Inipi está relacionada com a astrologia, a criação, a purificação espiritual; física; mental, e emocional.

A água representa os “Seres do Trono“, que aparecem de uma maneira terrível, mas trazem benefícios, pois o vapor que sai dos penhascos pode ser pavoroso, mas nos purifica e permite viver como o Grande Espírito quer. Se voltarmos realmente puros pode ser que o Grande Espírito nos envie uma visão.

Quando colocamos água na Inipi, devemos fixar nosso pensamento no Grande Espírito, que se expande sem cessar, comunicando seu poder de vida a todas as coisas.

Devemos nos esforçar sempre para sermos semelhantes à água, que é a mais humilde de todas as coisas, e é mais forte do que a própria rocha.

A tenda do suor se faz com doze ou dezesseis paus jovens e eles também tem uma lição, pois no outono sua folhas morrem e regressam à terra, mas na primavera devolvem a vida. De forma igual, os homens morrem, mas viem novamente no mundo real do Grande Espírito, e esta vida verdadeira nos podemos conhecer aqui na terra se purificamos nossos corpos e mentes e nos aproximamos assim do Grande Espírito, que é todo pureza.

Os paus que formam a Tenda do Suor são postos de maneira a marcar os quatro cantos do Universo, assim a tenda inteira é um microcosmo, é a imagem do Universo, e as pessoas de dois pés, de quatro pés, os alados e Todas As Nossas Relações, todas as coisas do mundo e tudo, estão contidas dentro dela. E todas estas coisas devem ser purificadas antes de poder enviar uma voz ao Grande Espírito.

As pedras representam a Terra, a natureza indestrutível e eterna do Grande Espírito. O fogo que está nas pedras representa o poder do Grande Espírito, que dá a vida a todas as coisas. É como um raio de Sol, pois o Sol também é um aspecto do Grande Espírito. O Buraco do Centro representa o Centro do Universo, onde mora o Grande Espírito, com seu poder o fogo. Todas estas coisas são sagradas para nós e deve-se entender profundamente se realmente desejamos nos purificar, pois o poder de uma coisa ou de um ato reside em seu significado e na compreensão que temos deles.