Iniciação na Chama Azul

Iniciação Chama Azul

As iniciações nas Chamas são experiências ímpares: são como estar onde nunca estivemos, à beira de um enorme penhasco, além de todas as coisas mundanas, tocando as nuvens com as mãos. O sentimento é o de total liberdade, como se abaixo de nossos pés não houvesse pedras, nem rochas, nem terra, mas o Infinito Amor Divino nos acolhendo sem condições, com os nossos erros, com as faltas e com as nossas imperfeições.

As iniciações são um alívio, um momento para esquecermos que somos falhos, que somos frágeis e quebramos. Com elas nos conectamos ao nosso próprio Ser Infinito, que mora dentro da gente e não conhece pecados, não tem máculas e não morre. Com as iniciações nos esquecemos por um instante as nossas contas a pagar e por que temos tantas delas no final do mês: muitas são até desnecessárias. Com elas aprendemos a ser simples, a valorizar a vista de lá de cima, sem nenhum medo de cair: não há fim.

As iniciações nas Chamas são momentos particulares; muitos são convidados, mas poucos são escolhidos: cada uma de suas 7 cores trazem responsabilidades que muitos não querem – ou não estão prontos – a assumir. Suas cores – ou Raios – se relacionam aos 7 Chakras do corpo humano, a um Mestre Ascensionado e a um Arcanjo: é muita luz envolvida para o ‘Governo Interior’ da Terra, como diz a Grande Fraternidade Branca.

As cores trazem um conjunto de energias diversas, forças específicas que nos elevam como os ombros, braços e mãos trabalham juntos para nos manterem seguros a uma causa, ou como os ossos, as pernas e os pés se juntam para darmos um passo ou como todos trabalham em grupo para cumprirmos uma jornada, cada qual com a sua particularidade.

Particularmente, a Chama Azul evoca proteção, força, vontade e coragem para realizarmos os desejos de nosso coração. Uma Iniciação na Chama Azul vai nos permitir explorar divinamente nossa própria força de vontade, resgatar a nossa coragem para alçar voos de um enorme lugar-comum, em que às vezes insistimos em ficar, enferrujando as nossas ideias, as nossas ações, trazendo impaciência, ansiedade, conformismo e inanição.

A Iniciação na Chama Azul é aceitar que somos falhos, mas procurar soluções; é entender que há dualidade, mas escolher a luz: a lâmpada se acende com o negativo e o positivo na mesma tomada. Se quisermos alcançar a felicidade, precisamos ser corajosos: sobretudo, para sermos quem somos!